Últimas

Aulas presenciais na rede estadual serão obrigatórias a partir de 26 de julho no ES


O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou nesta sexta-feira, 16, que as escolas da rede estadual de ensino vão passar a exigir a frequência obrigatória dos estudantes. A medida começa a valer a partir do dia 26 de julho. O revezamento de estudantes também terá alteração. Ao invés de uma semana de aula presencial para cada grupo, os alunos irão de forma presencial dia sim, dia não.

O novo Mapa de Risco classifica a maioria dos municípios capixabas, 72 no total, em risco baixo. Seis cidades estão em risco moderado.

Atualmente, as escolas oferecem aulas presenciais obedecendo aos protocolos, que pedem um número reduzido de alunos em sala de aula, com revezamento a cada semana.

"A partir do dia 26 muda a alternância. Ela passa, de uma semana sim e outra não, para um dia sim e o outro não. Uma turma de alunos vai um dia e, no outro dia, a outra turma de alunos. Se torna obrigatória a presença do aluno em sala de aula. No momento é opcional, mas a partir do dia 26 é obrigatória", explicou Casagrande.