Servidores terão reajuste salarial maior que 3,5%, diz Casagrande


Os servidores públicos do Espírito Santo devem receber um reajuste salarial linear superior a 3,5% a partir de fevereiro de 2022. O anúncio foi feito, nesta quarta-feira (15), pelo governador Renato Casagrande.

Segundo o governador, a definição do percentual só ocorrerá após o fechamento das contas de 2021 e da aprovação do orçamento para o próximo ano. A proposta do reajuste deve ser enviada para a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) em janeiro.

O último reajuste dos servidores foi de 3,5% e ocorreu em dezembro de 2019. O aumento nos salários dos funcionários públicos do Estado já havia sido anunciado pelo governador em entrevista para a Jovem Pan News Vitória. Na ocasião, Casagrande disse que ainda não sabia de quanto seria o percentual.

Durante a entrevista, o governador também explicou que, por causa da Lei nº 173/2020 do Governo Federal, a Lei do Teto Salarial, o Estado não pôde dar reajuste em 2020 e em 2021. Mas que isso será possível no próximo ano.

"Estamos proibidos até 31 de dezembro deste ano de conceder qualquer aumento. Estamos analisando para ver um reajuste linear para os servidores. Vamos tomar essa decisão até início do ano que vem. Vou fazer essa avaliação até o início de janeiro para saber qual percentual poderei conceder em termo de reajuste linear e que, naturalmente, vai atender as forças de segurança e todos os servidores", disse na entrevista a Jovem Pan News Vitória, no início de dezembro.

Reajuste dos servidores da segurança pública deve ser maior que demais categorias

Nesta quarta-feira (15), Casagrande disse que os servidores da segurança pública (policiais civis, militares e penal, bombeiros e agentes socioeducativo) terão um reajuste maior que as outras categorias por conta de um acordo firmado com a categoria no inicio de 2020.

O governador disse que ainda está analisando o percentual desta categoria. O reajuste escalonado dos agentes da Polícia Civil do Espírito Santo já havia sido anunciado. De acordo com o governo, o pagamento será escalonado, ou seja, por etapas, começando em 1º de janeiro e concluindo em 1º de dezembro de 2022.

Fonte: Folha Vitória


Postagem Anterior Próxima Postagem