Últimas

Brasil será denunciado na ONU por risco de genocídio



O Brasil será denunciado pelo desmonte da estrutura de combate ao desmatamento e pelo alto risco de genocídio de povos indígenas isolados, segundo o colunista do portal UOL Jamil Chade.
O colunista obteve com exclusividade um documento com os argumentos que serão apresentados pelo Instituto Socioambiental (ISA) e pela Comissão de Defesa dos Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns (Comissão Arns) na semana que vem em uma audiência em Genebra, na Suíça.
A acusação não terá efeitos de punição imediata pelas Nações Unidas, mas piora o quadro da diplomacia brasileira, que já era ruim. Além disso, com a denúncia, a ONU poderá oficializar uma solicitação de mudança na postura do Brasil.
Os documentos mostram que houve um grande aumento tanto no desmatamento, quanto em invasões a terras nas quais povos isolados habitam. Estes povos são considerados vulneráveis a doenças e à perda de floresta. Segundo o colunista, o Brasil é o país com a maior presença confirmada de povos isolados no mundo.
Os dados do ISA, baseado em estudos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), apontam um aumento de 113% no desmatamento nessas áreas. O total de todas as áreas de indígenas foi de 80% a mais.
O governo rejeita o uso da palavra genocídio, já que, supostamente, teria havido um aumento na população indígena no Brasil.

Fonte: Folha Vitoria




Nenhum comentário