Últimas

Matrículas abertas para beneficiários do CNH Social em cursos de motorista profissional



Os beneficiários do CNH Social que buscam qualificação profissional já podem se inscrever gratuitamente em Cursos Especializados de Condutores Profissionais em empresas localizadas na Grande Vitória e no interior. Isso porque o Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), lançou, nesta quarta-feira (19), a Etapa de Capacitação do programa, com duas mil vagas para as especialidades: transporte de produtos perigosos; escolar; coletivo de passageiros; carga indivisível e de veículos de emergência.

Na solenidade realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, o governador Renato Casagrande e o diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, apresentaram os critérios de acesso aos cursos profissionalizantes. Os interessados devem ter tido sua última Carteira Nacional de Habilitação emitida com o benefício CNH Social; ser maior de 21 anos; estar com a CNH válida; não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos 12 meses; e não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir ou cassação da CNH.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê, também, os seguintes requisitos para a realização dos cursos: Habilitação, no mínimo, na categoria D para Transporte Escolar e Coletivo de Passageiros; Habilitação nas categorias A, B, C, D ou E para Transporte de Produtos Perigosos ou de Emergência e Habilitação, no mínimo, na categoria D para Transporte de Carga Indivisível.

O governador Casagrande destacou a importância do programa na vida daqueles que mais precisam. “Criamos o CNH Social ainda em nosso primeiro governo e já deu muitas oportunidades aos capixabas. É um programa de caráter social muito grande, atendendo quem realmente necessita da ajuda do Estado, pois são para pessoas que não têm condições de pagar o curso e as taxas. Sempre encontro com alguém que agradece pela carteira, dizendo que mudou sua vida ou ajudou a conquistar um emprego. Tudo isso nos motiva! A CNH é um documento importante e de muita responsabilidade. Em janeiro tivemos um número menor de mortos no trânsito, mas o ano passado ainda foi muito violento para o trânsito capixaba”, afirmou.

E prosseguiu: “Além disso, a conquista da carteira de habilitação aumenta a chance de conquistar um emprego. O programa inclui cursos e também esse momento de sensibilização para que possamos ter consciência no trânsito e possamos reduzir ainda mais o número de acidentes”, enfatizou o governador, durante a solenidade que teve uma Etapa de Sensibilização antes da entrega das CNHs aos beneficiários do programa.

Para o diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, os cursos especializados potencializarão o caráter de empregabilidade do programa CNH Social. “Vamos ofertar, além do curso primário, a atualização para os beneficiários que já os têm e estão com a validade vencida. Consolidamos, portanto, com as etapas de Sensibilização e Capacitação, o CNH Social como formador de novos condutores, impactando os beneficiados para que tenham mais atenção aos riscos de comportamentos indevido no trânsito e oferecendo a possibilidade de qualificação para acesso ao emprego e à geração de renda”, pontuou.

Matrículas nos cursos

Os beneficiários do CNH Social que tiverem interesse em fazer os cursos devem buscar no site do Detran (www.detran.es.gov.br) o endereço da empresa credenciada mais próxima de seu domicílio para realizar a matrícula. As aulas serão presenciais e terão as seguintes cargas horárias: 50 horas/aula para curso especializado primário e 16 horas/aula para curso especializado atualização. Os Cursos Especializados estão previstos no CTB por meio de Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O sentido é a vida


A solenidade no Palácio Anchieta contemplou também mais uma Etapa de Sensibilização pela Vida no Trânsito do CNH Social. Desta vez, o humorista capixaba Rossini Macedo interpretou o personagem Tonho dos Couros para fazer um alerta aos beneficiários do CNH Social. O artista utilizou o estilo musical “repente” para chamar a atenção dos novos habilitados para a importância de terem atitudes seguras nas vias.

Após a apresentação, cerca de 500 beneficiários receberam as carteiras de motorista provenientes do programa.

Julia Santos Moura tirou a primeira habilitação na categoria B. Ela mudou do município de Montanha para Serra este ano para tentar entrar no mercado de trabalho e acredita que estar habilitada vai ajudá-la. “Sempre tive o sonho de dirigir e o programa CNH Social foi a minha oportunidade. Estou buscando um emprego e nesta semana mesmo fiz uma entrevista de emprego e a primeira pergunta foi se eu tinha habilitação. Então tenho certeza que ter a CNH vai ser um impulso e vai me ajudar muito”, acredita.

Rebeca de Souza Rodrigues, de Anchieta, também tirou a primeira habilitação, mas na categoria A. “A habilitação para pilotar moto vai me ajudar muito nos meus deslocamentos para o trabalho e também para estudar”, contou.

Moradora de Iúna, Genilza Simões Neto adicionou categoria D com o objetivo de conseguir um trabalho melhor. “Meu objetivo é, no futuro, trabalhar com transporte escolar lá na minha cidade, levando crianças da zona rural para estudar. A habilitação vai me ajudar muito a realizar esse sonho”, disse.

Enquanto o objetivo de Thayna Carreço, de Cachoeiro de Itapemirim, ao adicionar a categoria D é ter novas oportunidades: “Já estou empregada, mas quero crescer dentro da empresa e acredito que essa habilitação vai me possibilitar esse crescimento profissional”.

Renata Dias de Moura, de São Mateus, também adicionou a categoria D e disse que se espelha no marido que é carreteiro. “Tenho muito orgulho do trabalho dele e também quero ser carreteira no futuro e pegar a estrada”, disse.

Moradora de Mimoso do Sul, Laís Mirre pegou sua nova habilitação na categoria D e vai ser pioneira na cidade. “Eu nunca vi uma mulher dirigir ônibus. Só em foto ou na televisão. Agora eu vou dirigir e quero trabalhar com ônibus escolar. Eu sou costureira, cabeleireira e essa é mais uma atividade que eu vou fazer para ter mais renda”, relatou.

Etapa de Sensibilização

O programa CNH Social foi incluído no Planejamento Estratégico do Governo do Estado, no escopo do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, como um dos projetos para trabalhar no desafio de reduzir o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito.

Pensando nisso, o Detran|ES instituiu esta etapa com o objetivo de impactar os novos condutores e aqueles que fizeram adição ou mudança de categoria sobre os riscos e consequências de atos indevidos nas vias por meio de dinâmicas, como apresentações teatrais, exposições, testemunhos, dentre outros.


Assessoria de Comunicação do Governo




Nenhum comentário