Últimas

Sesa orienta sobre cuidados a serem tomados durante isolamento social


 

Em tempos do novo Coronavírus (COVID-19), a Secretaria da Saúde (Sesa) ressalta cuidados importantes para quem mora com paciente em isolamento; para aqueles que cuidam de pacientes em isolamento devido à doença; ou para os próprios pacientes que estejam em isolamento.

É importante não se esquecer de manter também os cuidados com a própria saúde por meio de boa hidratação diária, além de manter uma alimentação saudável e balanceada. 

Vale ressaltar ainda o cuidado com a saúde mental, como a redução de leitura ou o contato com notícias que podem causar ansiedade ou estresse. Para amenizar o impacto do isolamento social, há algumas estratégias para experimentar novos hábitos, como boas leituras, ouvir músicas de ritmos diversificados, praticar atividade física em casa, assistir a filmes de conteúdos interessantes e extrovertidos e manter contatos virtuais com os amigos, por ligações de vídeo, redes sociais, telefonemas e buscar ter pensamentos positivos.

Cuidados para quem mora com paciente em isolamento:
- Usar água e sabão ou detergente para lavar talheres e pratos após o uso;
- Limpar e desinfetar diariamente as superfícies frequentemente tocadas e as superfícies do banheiro;
- Procurar atendimento médico imediato se desenvolver febre, tosse ou falta de ar;
- Roupas, toalhas e roupas de cama usada pelo paciente devem ser lavadas com água e sabão;
- Manter distância de pelo menos um metro da pessoa doente;
- Limitar a circulação do paciente pelos ambientes da casa;
- Manter ventilação em ambientes;
- Evitar o compartilhamento de objetos de higiene pessoal;

Cuidados para paciente em isolamento domiciliar:
- De preferência, ficar em quarto individual bem ventilado;
- Não receber visitas;
- Evitar compartilhamento de objetos de higiene pessoal;
- Permanecer em casa até desaparecerem os sintomas;
- Limpar ambientes compartilhados com demais familiares, após uso, com hipoclorito de sódio (água sanitária) como, por exemplo, o vazo sanitário;

Cuidados para quem cuida de paciente em isolamento
- Usar máscara cirúrgica bem ajustada ao rosto quando estiver no mesmo ambiente;
- A máscara não deve ser tocada ou manuseada durante o uso;
- A máscara precisa ser descartada imediatamente após o uso;
- Se usar lenço de papel, jogue fora imediatamente após o uso;
- Evitar contato direto com fluidos corporais;
- Usar luvas descartáveis e aventais ao limpar ou manusear superfícies, roupas ou superfícies com fluidos corporais do paciente;
- Usar luvas descartáveis para fornecer cuidados orais e respiratórios;
- Luvas, máscaras e resíduos do paciente devem ser colocados em saco de lixo no quarto da pessoa doente antes do descarte com outros resíduos domésticos;

Máscaras contra o coronavírus: quem, quando, onde e como usá-las?
Pesquisas realizadas em todo o mundo demonstraram que o uso de máscaras faciais durante surtos de doenças virais como a causada pelo novo Coronavírus  (COVID-19) só demonstrou ser eficaz para proteger os profissionais de saúde e reduzir o risco de pacientes doentes espalharem a doença.

Por isso, o equipamento deve ser utilizado somente nas seguintes situações:
• Pessoas que apresentam sintomas respiratórios, como tosse, espirros ou dificuldade em respirar, mesmo quando procuram atendimento médico, para proteger as pessoas ao seu redor.
• Pessoas que prestam atendimento a pessoas com sintomas respiratórios. Se o paciente sintomático estiver usando a máscara, o cuidador não precisa utilizar.
• Profissionais de saúde, quando entram em uma sala com pacientes ou quando tratam um indivíduo com sintomas respiratórios e de acordo com o tipo de atendimento que será prestado.
• Em pacientes imunocomprometidos, o uso do equipamento será de acordo com a recomendação médica.

Assessoria de Comunicação da Sesa








Nenhum comentário