Últimas

Nova Venécia: Falsos agentes de combate ao coronavírus prejudicam trabalho de georreferenciamento no município


Aproveitadores tem se passado por profissionais da Saúde para entrar nas residências em Nova Venécia






A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Venécia alerta a população sobre algumas pessoas que estão agindo de má fé, se fazendo passar por "agentes de combate ao coronavírus", na tentativa de entrar nas residências para praticar algum tipo de golpe.



Vários moradores já relataram ter recebido a ‘visita’ de dois homens, bem vestidos, inclusive utilizando crachás e coletes, para tentar convencer o morador de que realmente é profissional da Saúde.


A Secretaria Municipal de Saúde afirma que não há visita às residências e ninguém do município e nem do estado fazendo levantamentos ou qualquer tipo de trabalho nas casas venecianas sobre coronavírus.

Além de atrapalhar e aumentar o estado de tensão que algumas pessoas vem vivenciando neste período conturbado de pandemia, essa ação golpista tem dificultado um trabalho sério e importante que a prefeitura está realizando no município, o georreferenciamento.

Profissionais da empresa contratada pelo município para executar o serviço do georreferenciamento relataram que tem encontrado resistência dos moradores em atende-los devido a ação dos supostos agentes de combate a pandemia. É importante a população ficar atenta, pois o georreferenciamento vem sendo realizado e, um de seus objetivos é a regularização fundiária em diversos bairros venecianos. Nesses dias os Bairros Altoé e Bonfim estão sendo visitados pelos Cadastradores do georreferenciamento.

Sobre os falsos agendes de combate ao coronavírus, o delegado de Polícia Civil de Nova Venécia, Douglas Trevizani Sperandio, afirma que a principal orientação é para que as pessoas não abram as portas.

Golpistas têm agido dessa maneira para enganar moradores, colhendo assinaturas em documentos, o que pode até comprometer em relação a algum tipo de auxílio ou até mesmo se tratar de assalto.

O morador que for vítima desse tipo de abordagem deve informar imediatamente a Polícia Militar pelo 190 e também fazer o registro no site da Polícia Civil.






Nenhum comentário