Últimas

Formações e materiais didáticos contribuem para o Espírito Santo obter destaque no Ideb no Ensino Fundamental



O Ensino Fundamental da Rede Pública do Espírito Santo seguiu o ritmo de avanço no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) reduzindo as desigualdades entre o ensino público e o privado. De acordo com os resultados, a rede pública estadual aumentou o índice de aprendizagem em Português e Matemática no Ensino Médio, elevando o nível nacional, alcançando nos Anos Iniciais a nota de 6,1 (sendo que a meta era 5,7) e, nos Anos Finais, o índice de 5,0 (superando a meta que era 4,8).
Entre os programas que foram direcionados à alfabetização e que refletiram no desempenho está o Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), que é uma iniciativa do Governo desenvolvida a partir do estabelecimento de um regime de colaboração entre o Estado e os municípios, envolvendo investimentos em recursos humanos, por meio de assessoria técnica e pedagógica.
Dentre os resultados do Paes, destacam-se a responsabilidade compartilhada entre Estado e municípios, considerando que cada ente federado continua com suas responsabilidades de acordo com a Constituição Federal e a Lei de Diretrizes Básicas da Educação (IDB). Em outubro de 2019 o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Sedu), atingiu 100% de adesão dos municípios capixabas ao Paes.

Cadernos de Atividades
Recursos financeiros e materiais, incluindo a distribuição de material didático e formação para os profissionais, que atuam na Educação Infantil e Ensino Fundamental, também fazem parte do escopo de investimentos. Escolas Estaduais e Municipais estão recebendo, deste 2019, os “Cadernos de Atividades”, para os alunos, e o “Caderno do Professor”, material que tem como objetivo apoiar no processo de alfabetização das crianças, propondo uma rotina de conteúdos e atividades de grande qualidade e aplicabilidade em sala de aula.
Segundo o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, o uso adequado do material impacta diretamente na aprendizagem das crianças. “Temos certeza que, a partir das práticas e dos encontros de formação, os professores encontraram a melhor maneira de utilizar esse material, garantindo o direito de aprender das crianças capixabas, fazendo, assim, parte da história desse grande movimento para melhoria da qualidade da educação básica”, disse o secretário.

Idebes
Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do Espírito Santo (Idebes) 2019, divulgados pelo Governo do Estado no início de 2020, mostraram que os indicadores do Ensino Médio no Estado avançaram em relação ao ano anterior. Em 2018, o indicador capixaba foi de 4,10 e, neste ano, o índice subiu para 4,42, o melhor dos últimos quatro anos. O Idebes indica o nível da qualidade da aprendizagem dos alunos do Ensino Médio capixaba.
Ideb
O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi criado em 2007 para monitorar o desempenho da educação no Brasil. Ele reúne, em um só indicador, os resultados de duas dimensões de qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. O índice é calculado a partir dos dados sobre aprovação, obtidos no Censo Escolar, e dos resultados do Saeb.

Assessoria de Comunicação da Sedu




Nenhum comentário