Últimas

Mais de R$ 437 milhões já foram liberados em operações de crédito emergencial pelo Banestes

 


O Banestes, principal banco credor do Espírito Santo no acesso a linhas especiais de crédito emergencial, já concedeu mais de R$ 437,1 milhões em crédito emergencial para mais de 12,5 mil empresas de variados portes e do setor industrial do Estado.

As linhas de crédito têm como objetivo incentivar a economia, tendo em vista a desaceleração gerada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

"Os números comprovam a forte atuação do Banestes em prol do empresariado capixaba. As linhas atendem às necessidades daqueles que são microempreendedores e das empresas de grande porte. Como banco dos capixabas, estamos comprometidos com a força econômica do Espírito Santo", ressalta o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Em linhas gerais, desde o início de 2020, o Banestes já concedeu mais de R$ 3,2 bilhões em crédito para clientes pessoas física e jurídica no Estado. Além disso, os contratos de reparcelamento de crédito em até 180 dias – outra importante ação de auxílio econômico disponibilizada pelo banco como medida de enfretamento à pandemia da Covid-19 – já atingiram o montante de mais de R$ 890 milhões.

Balanço

Confira abaixo o balanço detalhado das principais linhas de crédito emergencial operadas pelo Banestes para enfrentamento dos impactos econômicos da pandemia do novo Coronavírus. Os dados são referentes ao período de março até a última sexta-feira (23).

1) Linha de Crédito Emergencial Bandes e Banestes:
Para essa linha de crédito, que atende a empresas de todos os portes e do setor industrial, com taxas a partir de CDI + 0,32%, ao mês, o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 231,8 milhões em recursos nesta linha, em um total de 2.106 contratos.

2) Linha de Crédito Aderes e Banestes – Nossocrédito Emergencial (Programa Nossocrédito):
A linha Nossocrédito Emergencial, com taxas de 0,65% a 0,95%, ao mês, já liberou mais de R$ 24,8 milhões em recursos, totalizando 5.321 contratos com empreendedores de pequeno porte.

3) Linhas do Fundo de Aval – (01) Microcrédito Emergencial Covid-19:
Na linha de crédito de até R$ 5 mil, com taxa zero, que tem como foco os microempreendedores individuais (MEIs), já foi liberado o valor total de mais de R$ 36,7 milhões, distribuídos em 2.747 operações de crédito.

4) Linhas do Fundo de Aval – (02) Capital de Giro Covid-19:
A linha de crédito de até R$ 31,5 mil, com taxa de CDI, tem recursos destinados especificamente para o pagamento de folhas de pagamentos de pequenas e médias empresas e teve liberação de mais de R$ 992,7 mil, distribuídos em 123 contratos com empresas do Estado.

5) Capital de Giro Pronampe:
Linha de crédito para empresas com faturamento de até R$ 4,8 milhões, em 2019, com taxa de juros de 1,25%, ao ano, acrescidos da taxa Selic Over. O valor máximo de contratação corresponde em até 30% da receita bruta anual da empresa, calculada com base no exercício de 2019 e declarada à Receita Federal, limitado em até R$ 100 mil, por CNPJ. O Banestes já liberou mais de R$ 142,7 milhões em 2.254 contratos para a linha de crédito Pronampe.

6) Reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias:
Condição única no mercado, tanto para clientes Pessoa Física (PF) quanto Pessoa Jurídica (PJ). No total, o Banestes já realizou mais de R$ 890 milhões em repactuação de contratos.

Além das opções de crédito, o Banco permanece operando as opções de reparcelamento, cheque especial sem juros, isenção e redução de tarifas no crédito, dentre outras facilidades. As ações estão detalhadas no site https://www.banestes.com.br/estamosjuntos.



Assessoria de Comunicação do Banestes

Nenhum comentário