Últimas

Cidade nos EUA elege buldogue francês como 'prefeito'

Vilarejo com menos de 500 habitantes elege tradicionalmente cachorros para um cargo fictício de prefeito. Brincadeira tem como intuito arrecadar fundos para a administração local.


A cidade de Rabbit Hash, localizada no estado norte-americano do Kentucky, elegeu o buldogue francês Wilbur, de 6 meses, como 'prefeito'.

O prefeito Wilbur substitui Brynneth Pawltro, uma pitbull que esteve no cargo entre 2016 e 2020. Tradicionalmente, a cidade -- desvinculada de outras cidade de seu condado -- com menos de 500 habitantes elege cachorros no cargo de prefeito desde 1998.

Segundo informações do jornal "The Washington Post", a cidade nunca teve um prefeito humano e pessoas de todo o mundo podem votar no prefeito canino. Cada eleitor paga 1 dólar por voto e os lucros vão para a Sociedade Histórica de Rabbit Hash, responsável pela administração do vilarejo. Este ano, eles arrecadaram cerca de 23 mil dólares (equivalente a R$ 123 mil).

“A eleição para prefeito em Rabbit Hash foi encerrada! Wilbur Beast é o novo prefeito com incríveis 13.143 votos (o maior número de votos de todos os tempos) para um total de 22.985 votos!”, dizia uma publicação na página oficial do local no Facebook.

A cidade, legalmente, pertence à Rabbit Hash Historical Society, ou seja, os cãezinhos não podem tomar decisões de fato, mas o valor arrecadado com as eleições é utilizado para investir na cidade.


Como começou tudo isso?

No início do século 19, o pequeno vilarejo servia como um centro de armazenamento no caminho entre localidades de Ohio e Kentucky. Aos poucos, o local foi ganhando moradores e aumentando o número de estabelecimentos comerciais.

Um desses residentes era Louie Scott, que durante as crises econômicas nas décadas de 60 e 70 passou a adquirir diversos estabelecimentos comerciais para evitar a falência, se tornando dono de Rabbit Hash inteira.

Em 2002, Scott vendeu o vilarejo para o grupo Sociedade Histórica de Rabbit Hash, que desde então é responsável legal pela administração local.

Antes da mudança na administração, os moradores já votavam em cães como prefeitos. A moda pegou e virou tradição até os dias atuais.


G1