_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Últimas

Especialista ensina a otimizar a rotina e sair do sedentarismo com treinos de 30 minutos

“Não tenho tempo”. Na atualidade, onde o trabalho é a principal ocupação, esse é o maior argumento para negligenciar atividades físicas. O que pouca gente sabe é que treinos curtos e de alta intensidades são a solução perfeita para quem busca construir uma rotina mais saudável.


Segundo o personal trainer Tauan Gomes, há um mito em torno da duração necessária de uma atividade física eficiente — tem quem diga que é necessário, pelo menos, 60 minutos para que o exercício tenha efeito.

“A resposta de um treino vai depender da intensidade e do tipo de exercícios e não do tempo de duração. Esse achismo de que é necessário passar horas na academia é o que afasta as pessoas da atividade, atualmente o tempo é uma moeda cara. Se você tiver 30 minutinhos, já consegue cumprir uma rotina de treinos”, defende.

Para quem deseja emagrecer, a combinação entre exercícios aeróbicos e funcionais são uma alternativa competente na eliminação de gordura em treinos curtos. “A queima acontece desde o primeiro minuto de treino. O importante nesses casos é fazer um circuito de exercícios que varie de intensidade, assim são provocadas diferentes variações metabólicas que ajudam o organismo a eliminar os quilos a mais”, aponta.

O mesmo vale para a hipertrofia, porém, os treinos rápidos para esse objetivo devem ser executados por quem tem mais tempo de prática, pois costumam ser mais intensos. “O acompanhamento de um profissional se torna essencial, pois esse é um treino pesado, que se for realizado de maneira incorreta pode acarretar em lesões”, aponta o Tauan Gomes que esclarece ainda que é necessário adequar o plano alimentar para cada objetivo. Na falta de tempo ele recomenda: marmitas congeladas.

 O que esperar de treinos de apenas meia hora?

Melhora no condicionamento: Para quem está fora de forma ou sedentário, o treino reduzido de alta intensidade melhora significativamente a capacidade cardiovascular. O ideal é manter uma prática de três à quatro vezes por semana, mantendo uma constância de pelo menos 30 dias.

Emagrecimento: Para a perda de peso ocorrer, é necessário ocorrer o déficit calórico — gastar mais do que é consumido. Porém, prática de atividade física curta pode ajudar nesse processo caso seja mantida a intensidade de treinamento, que deve manter o nível superior à 7 numa escala de 0-10 por pelo menos meia hora durante 30 dias.

Redução ao risco de mortalidade: Se a saúde está em primeiro lugar na sua lista de prioridades, treinar em casa e de maneira eficiente assertiva pode salvar sua vida. Há estudo que comprovam que após um período de 12 semanas de sessões de treino curtas, é observada uma melhora no controle dos níveis de açúcar em pessoas com sobrepeso.

Controle de apetite: Se você tem descontrole alimentar, treinar pode ajudar a minimizar esse sintoma. Treinos com predominância metabólica não causam uma exaustão tão intensa, evitando essa oscilação de fome que normalmente acontece após um treino longo e cansativo.

 

Com Informações Notícias 24 horas