Últimas

Sedes realiza segunda reunião com participantes do GT de Compras Governamentais e define ações estratégicas

Participantes do Grupo de Trabalho (GT) de Compras Governamentais do Estado do Espírito Santo, instituído pela Secretaria de Desenvolvimento (Sedes), reuniram-se, nessa terça-feira (1º), em uma videoconferência. Assuntos importantes, como o estudo detalhado sobre os empreendedores locais, a pesquisa sobre o perfil das compras públicas do Estado, além da avaliação da 1ª Rodada de Negócios com grandes fornecedores do Governo do Estado estiveram em destaque no encontro.

A reunião foi coordenada pela subsecretária de Gestão de Projetos da Sedes e coordenadora do GT, Fabrine Schwanz Dias, e contou com a participação do coordenador suplente e gerente de Projetos Institucionais da Sedes, Guilherme Coelho dos Anjos.

Também participaram do encontro representantes de órgãos do Estado, como Victor Nunes Toscano, da Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades); Andressa Buss Rocha, da Secretaria da Fazenda (Sefaz); Hugo Santos Tóffoli, da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes); Marcos Américo Villas Boas, da Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp); Solange Maria Batista de Souza, da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti); Alline Zanoni Rodrigues Batista, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e Estevão Mascarenhas Zamprogno, da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes).

Mapear a realidade das compras governamentais do Estado e propor capacitações destinadas aos fornecedores locais e servidores que atuam na área são algumas das metas do GT. Por este motivo, Fabrine Schwanz destacou a importância de pautas focadas em estudos e pesquisas sobre o ambiente de negócios e outros dados relacionados às compras governamentais, pois são fontes ricas de informações para o GT.

Durante a reunião, a subsecretária apresentou um breve resumo de um estudo elaborado pela Subsecretaria de Gestão de Projetos (Subgep), a partir de dados das liquidações dos anos de 2018 e 2019, do Governo do Estado, denominado Estudo do Perfil de Aquisições do Estado do Espírito Santo 2018-2019.

Já o estudo Diagnóstico Situacional das Micro e Pequenas Empresas do Estado, elaborado pela Aderes, foi apresentado pelo diretor técnico da autarquia, Hugo Tofoli.

“O estudo elaborado em 2018 aponta o perfil do micro e pequeno empreendedor, com dados por microrregião, principais gargalos, principais segmentos, informações sobre legislação do Estado, voltadas para as compras públicas entre outras. A pesquisa atingiu dez microrregiões. Foram entrevistadas 767 empresas nos 78 municípios. As informações colhidas nos dão base para tomada de decisões importantes. Falta ao pequeno empreendedor é a informação sobre a legislação estadual, a Lei Geral do Estado, para que ele pare de acreditar que a compra governamental é um mistério. Precisamos pensar em formas para que essa informação chegue mais rápido a estas pessoas. Todos os órgãos públicos podem unir esforços para vencermos este desafio e conscientizar o empreendedor”, disse Tofoli.

“A Secretaria de Desenvolvimento trabalha ombro a ombro com os órgãos de pesquisa, como o Instituto Jones Santos Neves (IJSN), como também é o caso do Ideies. Tendo acesso às informações, elas funcionam como uma bússola para que possamos criar estratégias para superar os desafios ao desenvolvimento. As informações trazidas nos levam a duas conclusões imediatas que são: precisamos divulgar os benefícios voltados para os pequenos negócios na participação das compras governamentais e que precisamos desburocratizar o acesso às plataformas de compras”, afirmou a subsecretária Fabrine Schwanz.

Ela ainda acrescentou que essa ação integrada entre os diversos órgãos e a iniciativa privada tem evitado a sobreposição de ações e somado esforços, permitindo uma grande convergência entre os projetos das entidades que compõe o GT, ampliando as possibilidades de geração de empregos e renda desse trabalho.

A estimativa é de que a próxima reunião do GT seja realizada na segunda quinzena de janeiro.


Assessoria de Comunicação da Sedes/Ipem