Últimas

Equipe de emissora é agredida ao tentar reencontro com "Grávida de Taubaté"


O caso da grávida de Taubaté já tem quase dez anos, mas ainda dá o que falar. Em matéria exibida hoje no programa "Vem Pra Cá", uma equipe de reportagem do SBT foi agredida ao tentar promover um reencontro com Maria Verônica Aparecida Santos.

Chris Flores, responsável por ter desmascarado Maria Verônica, que ficou conhecida em 2012 como a falsa grávida ao fingir que gestava quatro crianças, também participou do programa e se chocou com o desfecho da reportagem.

Quando a equipe de emissora chegou à suposta casa da mulher, foi surpreendida por um homem que bateu na câmera e machucou a mão da repórter Ariany Rollim — ela até mostrou o próprio dedo sangrando.

Estou nervosa, acredito que tenha sido o marido dela, ele chegou na hora, puxou a câmera e quase agrediu nosso cinegrafista, nossa equipe de reportagem. Então, nós saímos, achamos melhor e mais seguro, porque ele não foi muito receptivo.

Chris Flores se surpreendeu com a reação do homem apontado como marido da ex-falsa gestante, e aproveitou o espaço para mandar um recado para Maria Verônica.

Eu imagino que toda essa história tenha causado um trauma muito grande neles, por isso que eu também não acredito na intenção de alguém que quis causar um problema na vida dos outros. Não acho que, naquela época, ela quisesse prejudicar de alguma maneira alguém. E ela talvez tenha descoberto que só prejudicou a si mesma e à família. [...] Talvez, para ela, já esteja superado isso, mas talvez para um parente, o marido, não esteja. Talvez ele tenha agido com violência porque é a maneira como ele sabe lidar com isso. Considerou Chris Flores.

Uol