Últimas

Ex-Globo, jornalista nega em vídeo denúncia de assédio: "nunca fui processado"


O jornalista Carlos Cereto publicou um vídeo em suas redes sociais para rebater as denúncias de assédio moral e sexual. Segundo o 'Uol', em 2019, a Globo foi condenada pela Justiça do Trabalho a indenizar uma funcionária que relatou casos de assédio que supostamente teriam sido cometidos por Cereto entre 2013 e 2015 .

Na gravação, Cereto afirma que saiu da Globo em 'comum acordo' , e que as denúncias anonimas são 'covardes' e 'mentirosas'.

- Em 20 anos de TV Globo e SporTV, eu nunca fui notificado a respeito de qualquer denúncia sobre o meu comportamento. A TV Globo tem um departamento de compliance dos mais sérios e dos mais rigorosos e tem meios e mecanismo de fiscalizar esse tipo de coisa. Se houvesse algum comportamento estranho a meu respeito, certamente eu teria sido punido. Eu nunca fui processado, eu não sou réu em nenhum processo. O que existe é uma ação trabalhista contra a TV Globo. Eu nunca fui processado por assédio sexual, não existe nenhum processo sobre assédio sexual. Isso é mentira. É uma mentira de alguém que está querendo me prejudicar, infelizmente - disse, em trecho inicial.

- A minha carreira, de 25 anos, é pautada pela transparência e honestidade. Quem me conhece, sabe exatamente que eu jamais seria capaz de fazer qualquer coisa a esse respeito. Respeito demais, muito, todos os meus colegas e as minhas colegas de trabalho. Quero dizer que respeito demais a TV Globo, de onde eu saí em mais alto nível, deixando as portas abertas. Meu desligamento foi em comum acordo. Os dois lados, a direção e eu, entendemos que era o momento de interromper a relação. Não tem absolutamente nada a ver com essas denúncias mentirosas a meu respeito. Denúncias essas que são covardes porque são anônimas e, por isso mesmo, eu sequer posso me defender de algo que não estou sendo acusado - continuou Cereto.

Por fim, o jornalista afirmou que essa questão não vai abalar sua carreira e que seus advogados estão cuidado do caso.

- Isso não vai abalar, de maneira alguma, a minha carreira. Não vai prejudicar a minha carreira, tenham certeza absoluta disso. Eu vou ficar ainda mais forte. Isso não vai sequer arranhar a minha imagem, tampouco vai abalar a união da minha família. Os meus advogados vão tomar todas as providências cabíveis. Muito obrigado - concluiu.

Veja o vídeo na íntegra: