Últimas

PF investiga mulher que recebeu R$ 190 mil do INSS ao omitir morte do pai

INSS teria pago R$ 2,6 mil por mês para mulher sem saber que beneficiário estava morto – Foto: Divulgação


A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (06) um mandado de busca e apreensão, em Divinópolis (MG), contra uma mulher suspeita de receber R$ 190 mil de aposentadoria do pai morto há seis anos. Segundo a investigação, a filha realizava a prova de vida mesmo sem a presença do aposentado morto em 2015 e, em seguida, retirava os valores.

Sem reconhecer a morte do beneficiário, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) continuava a realizar os depósitos e mantinha a validade da prova de vida.

No local, a PF encontrou dois cartões do benefício, além de documentos e fotos e comprovam a morte do beneficiário. De acordo com os investigadores, ela assumiu o crime, mas responderá em liberdade, pois não houve flagrante.

Se condenada, a suspeita poderá pegar até 5 anos de prisão. O delegado que investiga o caso ainda estuda a possibilidade de enquadrar a acusada pelo crime de estelionato, o que aumentaria a pena prevista.

iG