Últimas

Chuva causa prejuízos de mais de R$ 88 mi na agropecuária do ES; preço da banana teve alta de 35%



As fortes chuvas que afetaram o Espírito Santo nas últimas semanas causaram prejuízo de mais de R$ 88 milhões para a agropecuária do estado. Alguns consumidores já sentem esse impacto no bolso. No segmento da fruticultura, a maior alta observada é no preço da banana, que ficou 35% mais cara.
O diretor-presidente do Instituto Capixaba de Pesquisa e Extensão Rural (Incaper), Antônio Carlos Machado, explicou que dos 27 municípios que tiveram as produções rurais afetadas, 23 decretaram situação de emergência ou estado de calamidade pública, em função das chuvas.
Segundo o diretor-presidente do Incaper, na pecuária de leite e corte (bovinos), as produções foram mais afetadas nos municípios de Anchieta e Piúma. Já a fruticultura sofreu os maiores impactos na região de Iconha e Alfredo Chaves, principalmente na produção da banana, que já registra alta de 35%. "Já está dando um reflexo muito grande na Ceasa, em relação aos preços [...] o que determina o preço é a oferta do produto. Então, baixou a oferta, então o valor da banana prata já subiu de 35 a 40%", explicou.
A produção de olerícolas, segundo o Incaper, também foi afetada, no sentido de logística e escoamento das produções, localizadas, sobretudo, na região serrana do estado. Neste caso, as ocorrências nas estradas e rodovias, que deixaram os produtores isolados, impedem a passagem dos produtos para os centros de distribuição.
O Incaper orienta que os produtores afetados procurem o escritório regional, para informar sobre os prejuízos. Algumas unidades também foram afetadas pelas chuvas, mas estão com capacidade para o atendimento dos produtores. 

Fonte: Folha Vitoria




Nenhum comentário