Últimas

Inscrições para Olimpíada Brasileira de Matemática começou nesta segunda-feira (10)



Quem é fera na Matemática pode aproveitar a chance de participar da 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2020). As inscrições começaram a partir das 12 horas desta segunda-feira (10), e vão até o dia 20 de março, pelo site www.obmep.org.br, e devem ser feitas pelo diretor ou professor responsável pela competição nas unidades de ensino.

Realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), a Olimpíada é destinada aos estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio das escolas públicas municipais, estaduais, federais e privadas, que concorrem a prêmios, de acordo com a sua classificação nas provas.

No ano passado, na 15ª edição da OBMEP, 980 unidades escolares do Espírito Santo se inscreveram, representando 92% das unidades de ensino públicas e privadas de todo o Estado. Em relação a participação dos estudantes, o número passou de 314.662 para 317.501 inscritos, atingindo 100% dos municípios capixabas. No Brasil, mais 18 milhões de estudantes oriundos de 99,71% dos municípios brasileiros participaram da competição.

Material de divulgação da OBMEP

Mais de 54 mil kits de divulgação da OBMEP 2020 foram enviadas pelos Correios para as escolas públicas e privadas do País. Cada instituição receberá um kit composto por dois cartazes, um calendário, um folder informativo e um cartaz com informações sobre os programas acadêmicos da OBMEP.

A remessa foi enviada às instituições de ensino, com base no cadastro de escolas inscritas na OBMEP em 2019. A ação tem como objetivos divulgar o evento e incentivar a participação dos estudantes na competição.

Estímulo ao estudo da Matemática

Criada pelo IMPA em 2005 e realizada com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a competição é promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC). Ela contribui para estimular o estudo da Matemática no Brasil, identificar jovens talentosos e promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

A OBMEP premia, separadamente, alunos de escolas públicas e privadas.  Aos primeiros serão concedidas 6.500 medalhas (500 de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze) e até 46.200 certificados de Menção Honrosa. Estudantes de instituições particulares receberão 975 medalhas (sendo 75 de ouro, 225 de prata e 675 de bronze) e até 5.700 certificados de Menção Honrosa.

Assessoria de Comunicação da Sedu




Nenhum comentário