Últimas

Especial: Idoso de 102 anos e filho farão curso de qualificação no SENAI

Foto: Alexandre Mendonça

Aos 102 anos de idade, o aposentado Pedro Francisco de Souza segue o seu sonho de terminar o ensino básico (fundamental e médio) cursando as aulas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Vitória. Mesmo nessa idade o Sr. Pedro que ir além e aprender uma nova profissão.

Por isso, a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai ES), disponibilizou um curso profissionalizante para o aposentado. Nesta sexta-feira (25), ele foi até o Centro de Ensino Tecnológico do Senai Tecnologia (IST), em Vitória, para conhecer os cursos e instalações do local.

A presidente da Findes, Cris Samorini, e o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, acompanharam o novo estudante na visita.

Também estiveram presentes a secretária de Educação de Vitória, Juliana Rohsner, o diretor regional do Senai e superintendente do Sesi, Cláudio Marcassa, o gerente-executivo de Educação do Senai, Edglei de Sousa Marques, e a gerente regional da unidade do Senai na Beira Mar e do IST, Poline Fernandes Fialho.

Quando apresentado à qualificação profissional em almoxarife e à qualificação profissional em montador e reparador de computador, ambas com carga horária de 160 horas e duração de 2 meses, Sr. Pedro escolheu pela segunda.

Ele explicou o motivo: “O mundo está moderno e eu quero fazer parte dele. Decidi escolher aquilo que eu acho que vou ter mais para aprender: o curso de computador. As coisas mudaram muito ao longo dos anos. Ainda tenho que aprender mais e vou conseguir graças a essa oportunidade”.

O curso que o Sr. Pedro escolheu tem início programado para 05/07. O filho do Sr. Pedro, o André de Souza, 46 anos, também ganhou uma vaga para estudar com o pai. Hoje eles já dividem a sala de aula durante o EJA.

Foto: Siumara Gonçalves


“Eu vim trazer ele por causa da idade, mas felizmente eu também fui presenteado com um curso. Sempre pensei em fazer um curso profissionalizante, mas nunca tive oportunidade por causa do trabalho e das dificuldades. Agradeço a oportunidade que o Senai está nos dando”, comentou André.

No dia 16 foi de junho o Sr. Pedro foi homenageado pela Câmara Municipal de Vitória com a Comenda Zygmunt Bauman. A honraria é concedida a personalidades que tenham se destacado na contribuição para a construção de um pensamento contemporâneo em suas respectivas áreas.

A presidente da Findes lembrou que a Federação se preocupa com a capacitação profissional dos trabalhadores.

“Sabemos que alguns adultos tiveram que deixar a escola quando crianças e não conseguiram concluir nem a educação básica. Estou muito feliz por conhecer o Sr. Pedro e ver o quanto se dedica para realizar esse sonho que é estudar. Vejo nele exemplo de determinação para muita gente mais jovem”, afirmou Cris Samorini.

Para o prefeito de Vitória a tarde desta sexta-feira foi inspiradora. “O Sr. Pedro deixa o seu legado e exemplo de vitalidade em busca do conhecimento. Espero que quem está desanimado siga esse exemplo. Tenho certeza que vamos voltar aqui no Senai para a Formatura do Sr. Pedro e também comemorar o aniversário dele em outubro”, disse o Lorenzo Pazolini.

SOBRE O SR. PEDRO

O Sr. Pedro é o estudante mais velho da rede de ensino da Capital capixaba. Ele está cursando o primeiro segmento da EJA, que corresponde aos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Nascido em 18 de outubro de 1918 em Catu, na Bahia. Ele criou 14 filhos trabalhando com barro e fazendo telhas e pisos.

O aposentado chegou ao Espírito Santo para morar com o filho André de Souza, 46 anos, com quem hoje divide a sala de aula.

EJA PROFISSIONALIZANTE DO SENAI

Depois de cinco anos, o Sesi ES voltou a ofertar a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Porém, dessa vez, com um diferencial: a EJA é Profissionalizante.

Nesse novo modelo, a EJA, que é voltada para alunos a partir dos 18 anos, além de completar o Ensino Médio, o estudante adulto também terá a possibilidade de cursar uma qualificação profissional, ou seja, aprender uma nova profissão e se preparar para o mercado de trabalho.

A EJA é totalmente gratuita e possibilita aos alunos concluírem o Ensino Médio em até 18 meses.

A EJA Profissionalizante é ofertada na modalidade Ensino a Distância (EaD). As aulas são no formato on-line, durante quatro dias na semana, período em que o aluno poderá acessar a plataforma de estudos de onde quiser e no melhor horário. Nela serão disponibilizados materiais multimídias elaborados exclusivamente para o desenvolvimento do curso. Dessa forma, o aluno consegue atrelar o estudo a sua rotina já que poderá acessar os conteúdos via internet em qualquer lugar e horário. O curso também prevê atividades, aulas e avaliações presenciais.

Já a metodologia utilizada é inovadora e exclusiva e trabalha com o Reconhecimento de Saberes. Por meio dela, os professores identificam, validam e certificam as competências e habilidades adquiridas pelas experiências de vida e trabalho do estudante adulto.

O Senai ES tem hoje 500 alunos cursando o EJA Profissionalizante nas unidades de Araçás, em Vila Velha; Civit, na Serra; Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e Linhares.

ENSINO MÉDIO E QUALIFICAÇÃO

Quando o adulto se matricula no EJA do Senai ele automaticamente é matriculado em um curso profissionalizante da escolha dele. Então, ele já sai da escola com o Ensino Médio completo e com uma profissão, aumentando assim as chances dele no mercado de trabalho.

Na qualificação, a carga horária total do curso também é dividida em 80% para o ensino à distância (EaD) e 20% para a modalidade presencial. Portanto, durante quatro dias da semana o estudante terá aulas on-line e uma vez na semana deverá comparecer a uma unidade do Senai.

A duração do curso de qualificação pode ser de 2 a 3 meses, a depender da oferta da unidade. Vale ressaltar que as aulas do Ensino Médio no Sesi e as da Qualificação Profissional no Senai não se iniciam juntas. Assim que efetivar a matrícula, o aluno receberá o calendário de aulas do Senai ES.


Informe Capixaba